8 de fev de 2012

Can´t buy me love 2


Tomara que se espalhe esse bordão de resistência, mencionado por Francisco Bosco em sua coluna de hoje.

A frase é criação de amigos seus, e o texto mostra o absurdo da propaganda forçada que fazem os usuários das bicicletas compartilhadas na orla.

Outro absurdo correlato - talvez mais profundo e aberrante - mostrado na coluna é a apropriação da cor laranja pelo mesmo patrocinador, assunto tratado antes por Eugênio Bucci.

Se alguém viu as cores desse post e lembrou de um banco, sabe do que falo.

Pra mim, laranja será sempre esse:


Nenhum comentário:

Postar um comentário